alzheimer tratamento causa sintomas e prevenção




alzheimer tratamento causa sintomas e prevenção

alzheimer tratamento 

A doença Alzheimer, ou mal de Alzheimer, como também é conhecida, é uma doença neurodegenerativa e progressiva e causa atrofiamento no cérebro. Na doença, os neurônios e suas conexões se degeneram e morrem, e, dessa forma, atrofiando o cérebro e ocorrendo um declínio global na função da mente.

É o principal motivo de demência, que é uma síndrome, ou seja, um conjunto de sinais e sintomas de deterioração da capacidade intelectual de quem adquire a doença Alzheimer.

alzheimer tratamentoalzheimer tratamento 

A doença se desenvolve lentamente, mas progressivamente, atingindo as principais funções mentais, chegando a perder sua total capacidade de raciocinar e se tornar uma pessoa dependente de apoio em suas atividades.

A doença Alzheimer atinge também funções mentais, como a memória, aprendizado, de se situar em tempo e espaço, distúrbios na fala e na comunicação. Há também alterações comportamentais, de personalidade e de julgamento.

   alzheimer tratamento  desenvolvimento da doença

Apesar de haver alguns fatores de risco para a doença, não se sabe o motivo exato que a doença se desenvolve. Acredita-se na tese que a junção de neurônios de proteínas que se chamam “beta amilóide e tau” seja o motivo que desencadeia a doença, contudo, não se sabe o motivo do acúmulo e desencadeio em algumas pessoas e em outras não.

Para a doença de Alzheimer não há cura. Ter conhecimento cedo da doença, no entanto, ajuda a preservar as capacidades intelectuais e aumentar a qualidade de vida do paciente.

Fatores de risco para a doença Alzheimer

A idade avançada é um dos principais fatores de risco. Com a chegada dos 65 anos, aumenta a chance de se desenvolver a doença de Alzheimer em dobro a cada 5 anos passados. É pouco comum que a doença se desenvolva antes dos 60 anos.

Outro fator de risco é o histórico familiar com a doença. Se algum familiar de primeiro grau desenvolveu a doença, a chance de se ter é muito considerável. Sedentarismo, hipertensão arterial, diabetes mellitus, depressão após os 50 anos, também são fatores de risco para o desenvolvimento da doença de Alzheimer.

Mas é considerado que tudo o que é usado para o estímulo do cérebro são motivos para a redução das chances de desenvolvimento da doença, como o grau de escolaridade, que possuam costume a fazer leituras, que saibam e toquem instrumentos e tenha interação social frequente.

   Alzheimer Tratamento para a doença

O primeiro passo ao reconhecimento da doença de Alzheimer é ficar atento ao paciente e tentar retirá-lo de situações que ele possa correr riscos. Muitas pessoas não tocam sua limitação e tentam fazer as atividades comuns do dia-a-dia.

Contudo, é perigoso que se façam alguns tipos de atividades como dirigir, andar sozinhos ou cozinhar. Também é importante que se atente a fatores que possam ocorrer quedas, já que isso é muito frequente na doença.

Existem diversos remédios que conseguem retardar um pouco a evolução da doença, para a prolongação da qualidade de vida do paciente, mas não há remédios que curem a doença por completo.

Alzheimer é uma doença que tem evoluções constantes. Há casos de evolução mais lentas como de 10 a 20 anos, como existem a evolução rápida de 2 ou 3 anos.

Alzheimer tratamento E o que leva o paciente a óbito não é a doença, mas todas as consequências que ela traz. Por isso é importante que se descubra o mais rápido possível, para permitir ao paciente uma vida confortável.

 Assine  o  nosso  blog  fique informado sobre   novas  postagens

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.